Corrupto ao cubo!

“Portugal: esse estranho país de corruptos sem corruptores.” (Adolfo de Paiva)

Já sei que o cubo de três são vinte e sete, mas não dá jeito nenhum para o titulo, portanto fica assim, afinal quem é que manda aqui? Eu, ou o Toino da contabilidade? Bom, vamos ao que interessa. O Boaventura Torrado, autarca da cidade, tinha resolvido mandar fazer uma Academia de Surf na praia. Não era um barraco qualquer, era uma super estrutura, com todos os matadores, para votar inveja em qualquer uma do país, e mesmo do estrangeiro. O arquitecto tinha feito um projecto arrojadíssimo, coisa para custar um dinheirão. Os surfistas andavam todos entusiasmados, mas também, um bocadinho desconfiados. Por via das duvidas o Torrado chamou três empreiteiros: um alemão, um espanhol e um português.
– Faço a obra por três milhões de euros – propôs o alemão. – Um pela mão de obra, um pelo material e um de lucro.
– Faço a obra por seis milhões de euros – propôs o espanhol. – Dois pela mão de obra, dois pelo material e dois para mim. “Pero, el servicio es de primera”.
– Faço a obra por nove milhões – disse o português.
– Nove? – espantou-se o Torrado – è de mais! Então porquê?
– Três para mim, três para si e três para o alemão fazer a obra!
Boas ondas.

image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s