O candidato perfeito.

“Você pode brilhar, não importa do que seja feito.” (Robôs)

O Alfredo estava farto de aturar conversas parvas de clientes bêbados, vai daí mandou vir um robot barman do Japão, que instalou a um canto do balcão. Como era novidade, houve uma série de clientes que resolveu experimentar, entra o Pompeu e dirige-se ao robot, que depois de lhe servir um cocktail perfeito pergunta:
— Qual o seu QI?
— 150.
Então, o robot começa uma conversa, falando do aquecimento global, da interdependência ambiental, da teoria das cordas e por aí afora. O Pompeu ficou impressionado.
A seguir entra o surfista Pedro P. Fina que também resolveu testar o robot. A maquineta serve novamente uma bebida na perfeição, e pergunta:
— Qual o seu QI?
— Deve ser uns 100.
O robot começa imediatamente a falar sobre futebol, surf, comidas favoritas, carros, corpo da mulher e outros assuntos semelhantes. O Pedro ficou abismado.
Entra o Zé Bodes que também resolve experimentar o robot. Novamente a bebida sai perfeita, e o robot pergunta inocentemente:
— Qual o seu QI?
— Ahn? 40 ou 50, acho eu!
Então, o robot inclina-se no balcão e diz, bem pausado:
— E então? Vais-te candidatar a presidente da junta?
Boas ondas.
image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s