Assunção e queda de uma idiota oxigenada!

“Os arrogantes são como os balões: basta uma picadela de sátira ou de dor para dar cabo deles.” (Anne Louise Germaine Necker)

Num país de ficção, a viver numa democracia de ficção, e com gente com tomates que não eram ficção, uma revista dedicada ao surf, indignada com o rumo que a democracia estava a tomar resolveu escrever um artigo sobre a Presidente da Assembleia da Republica das Bananas. Não deixou pedra sobre pedra, explicou como a mulher tinha tirado o curso na horizontal, que cus tinha lambido para singrar no partido e na profissão, como tinha mau caracter, que era uma déspota, que tratava mal os subordinados, que tinha o culto das marcas, como estava reformada sem ter feito a ponta de um corno, como tinha trocado o marido por uma gaja, como defendia o lobby gay e por aí fora. No entanto a revista deixou no ar a ideia de que haveria ainda muito mais para dizer. Como era de prever, a mulher ficou muito irritada com as referencias feitas a seu respeito na revista e não foi de modas, irrompeu pela sala da redacção e exclamou:
– Seus cabrões, sabem muito bem que tudo o que escreveram é mentira!
– Não tem razão de queixa – argumentou o chefe da redacção. – Imagine que nós dizíamos a verdade!
Boas ondas.

image

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s