Amigo desconhecido.

“Sou uma ótima dona de casa: sempre que me divorcio, eu fico com a casa.”
(Zsa Zsa Gabor)

Um cliente que o Alfredo não conhecia estava sentado ao balcão a entornar copos de whisky como se estivesse a beber água. Cada vez que acabava de beber um, erguia o copo e dizia:
– Aquela puta…
Ás tantas o Alfredo perguntou:
– Está-se a referir a alguém em especial?
– Estou! À minha mulher!
– E onde é que ela está?
– Fugiu com o meu melhor amigo.
– Ai sim? E quem é ele?
– Não faço a mínima ideia. Só sei que a partir de agora, é o meu melhor amigo.
Boas ondas.

 

image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s