Impróprio para consumo

“Existem lugares que marcam momentos, e momentos que marcam vidas.” “Nildo Lage”

Uma das primeiras coisas que a Ana fez quando regressou ao Rio, foi ir ao “Tô Nem Aí”, beber um copo, ou melhor, uma daquelas incríveis misturas que eles servem. Estava ela no segundo copo quando entrou no bar o Zé Carioca. O homem chama-se mesmo assim, e é um típico malandro do Rio que, conhece toda a gente da cidade, incluindo a Ana. Embora seja enfermeiro de profissão, não exerce, e vive de pequenos ganchos. Sentou-se ao lado da Ana, e ela não pode deixar de reparar no olho roxo.
– O que foi que te aconteceu? – pergunta a Ana.
– Eu levei com um frango congelado na cara, só isso!
– Mas como foi que aconteceu isso?
– É que ontem minha mulher estava de mini-saia e ela abaixou no congelador para pegar alguma coisa…Eu estava atrás dela e não resisti, agarrei ela ali mesmo.
– Sério?
– Claro! E ela não queria, se remexia, e eu fiquei com mais tesão ainda, e mais ela gritava, mais eu continuava… – Pô! – E ela se debatia como uma louca, e eu cada vez com mais tesão…
– Estou a imaginar a cena – diz a Ana meio excitada.
– E então, enquanto eu ……. , ela conseguiu pegar um frango congelado e o jogou no meu olho!
– Mas que coisa!…. A tua mulher não gosta de transar?
– No supermercado, não…
O BRASIL È UM ESPETÁCULO
Boas Ondas.

 

 

image

Anúncios

O crime compensa.

“Quando o casamento parecia a caminho de se tornar obsoleto, substituído pela coabitação sem nenhum significado maior, chegam os gays para acabar com essa pouca-vergonha.” “Luis Fernando Veríssimo”

A Ana Marmelos regressou ao Rio e, como não podia deixar de ser, foi assaltada. Nada de especial, ficou sem a carteira, felizmente sem violência á mistura. Mesmo assim, resolveu apresentar queixa na policia. Estava ela a explicar o assalto a um agente, quando entrou um travesti aos berros na delegacia:
– Aaaiiiii, seu delegado… Que coisa mais horrorosaaaa!!!!
– Que foi que aconteceu?
-Fui estuprada e assaltada! Cinco homens, grandalhões, com aqueles fatos de surfista, me atacaram, me enfiaram aqueles troços enormes! Foi um horrorrrrr!!!!
-Calma… Quando foi que isso aconteceu?
-Ah… foi ontem ao fim da tarde… Eu estava a pegar um solzinho do fim do dia, e eles me pegaram á força, me levaram para trás das dunas… E então me usaram, se aproveitaram de mim! Fizeram tudo, tudo o que se pode imaginar!
O travesti, que por sinal era uma loira toda voluptuosa, explicou isto aos berros, e todo afogueado, perante o espanto da Ana, e a aparente indiferença do resto do pessoal.
Com muita paciência o delegado pergunta:
-E o que quer que eu faça? Que mande prender os pilantras?
-O quêê???De jeito nenhum! Eu exijo a “Reconstituição do Crime”!
O BRASIL È UM ESPETÁCULO
Boas Ondas.

 

image